Nova composição da Composteira Humi (longa vida e BOPP)

Durante o desenvolvimento da Composteira Humi, projetamos os moldes para conseguirmos produzir as composteiras com o plástico/alumínio das embalagens longa vida.

Na época do desenvolvimento da Humi (2015), ainda havia pouca reciclagem das embalagens longa vida no Brasil. Decidimos usar esse material tanto por suas características estéticas, como também para estimular a reciclagem das embalagens longa vida.

No primeiro ano de produção (2017), usávamos 100% desse material, porém o plástico/alumínio não é muito simples de trabalhar. Com o desgaste natural dos moldes, nos deparamos com a situação do plástico entrar onde não devia e formar uma fina película de plástico tampando os furos laterais das digestoras.

Para resolver esse problema, passamos a usar um PP transparente (também reciclado) na receita, fazendo uma mistura de 80% de plástico/alumínio das embalagens longa vida e 20% de PP transparente reciclado. Nessa mistura, reciclamos aproximadamente 1.000 embalagens longa vida para cada Composteira Humi produzida.

Cada Composteira Humi produzida = 1.000 embalagens longa vida recicladas

O resultado ficou bastante interessante! Além de resolvermos o problema da película de plástico tampando os furos, o material ficou mais rígido e mais mais resistente. Optamos pelo PP transparente para não influenciar na tonalidade das cores, e a partir do início de 2019, passamos a produzir a Composteira Humi com essa mistura.

Paralelamente a esse assunto, durante o programa de aceleração Braskem Labs Scale 2018 que participamos, tomamos conhecimento da problemática da reciclagem do BOPP, um material que ainda não é reciclado no Brasil nem nos demais países do mundo.

BOPP é a sigla do termo bi-axially oriented polypropylene, que significa película de polipropileno biorientada. Em outras palavras, o BOPP é o filme plástico utilizado para produzir as embalagens de salgadinhos, biscoitos, ovos de páscoa, picolé, batata palha, barrinhas de cereais, rótulos de garrafas PET, etc.

O BOPP é muito utilizado por ser leve, fácil de imprimir e laminar, e por suas propriedades físicas proporcionarem preservarem as características originais alimentos por mais tempo.

Diante essas informações, passamos a realizar testes para conseguirmos produzir a Composteira Humi com o BOPP e fomentar a reciclagem do BOPP no Brasil.

Chegamos à resultados incríveis e para colocarmos em produção, passamos a buscar maneiras de conseguirmos o BOPP em quantidade. No final de 2019 superamos esse desafio e nesse ano de 2020 lançaremos a Composteira Humi produzida com 100% BOPP reciclado.

O BOPP se comporta como o PP, fazendo com que a peça fique mais rígida e resistente. Visando melhorar ainda mais a qualidade da Composteira Humi produzida com o plástico/alumínio das embalagens longa vida, estamos substituindo o PP transparente pelo BOPP, e aumentando a % do BOPP na receita. A nova composição da Humi será de 50% plástico/alumínio e 50% BOPP reciclado.

Nova composição da Composteira Humi: 50% longa vida + 50% BOPP

Devido ao tom esverdeado metálico do BOPP, a tonalidade das cores das composteiras adquiridas a partir de maio/2020 serão um pouco diferente das cores anteriores (adquiridas até abril/2020).

Com essa novidade, esperamos contribuir com a mudança de paradigma em relação à reciclagem do BOPP para que em breve possamos considerar as embalagens de BOPP como recicláveis.

Deixe seu comentário
2 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *